Se você já chegou até aqui, provavelmente já sabe um pouco sobre a energia fotovoltaica, uma fonte limpa e renovável que produz energia elétrica através da luz solar.

Essa energia renovável tem se destacado dentre as outras fontes nos últimos tempos e no mundo todo, sendo o tipo de energia que mais recebe investimentos, inclusive no Brasil.

Nós somos um dos 30 países que mais implantam energia solar no mundo e a tendência é que estejamos em breve pleiteando o topo da lista, já que a demanda só faz crescer.

Você quer saber mais sobre a energia solar e como aproveitá-la da melhor forma?

Continue a leitura e aproveite!

O que é energia solar fotovoltaica

Esse é o tipo de energia produzido através do sol e por incrível que pareça, mesmo em dias nublados ou de chuva, é possível obtê-la. A quantidade de radiação determina a produção de eletricidade, sendo assim, quanto mais sol, melhor.

Sua captação é feita através das placas solares e a quantidade de placas instaladas também interfere na quantidade de captação de energia.

Uma das grandes vantagens em gerar energia elétrica a partir da luz solar é que ela é considerada uma fonte de energia alternativa, limpa, renovável e sustentável.

O mercado de energia solar está em crescimento no Brasil

Conforme especialistas, o Brasil possui as condições climáticas e geográficas ideais para a produção de energia solar. O mercado, que se encontra em ascensão, caminha cada vez mais rápido em direção a investimentos que facilitem a chegada desse tipo de energia ao consumidor final.

A Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR) estima que em 2021 teremos um acréscimo de 5,09 GW em potência instalada desse tipo de energia no país, o que representa um aumento de 68% em relação ao acumulado até o fim do ano passado.

A Resolução Normativa nº 482 da ANEEL, que estabelece as condições gerais para a microgeração e a minigeração de energia por fontes renováveis, incluindo a solar fotovoltaica, foi revisada. Com isso, passou a permitir que os consumidores gerem sua própria energia e possam injetar o excedente da energia na rede elétrica, criando o sistema de compensação de créditos.

Um grande passo para o futuro do modelo de consumo de energia em nosso país.

Quer ficar por dentro de tudo o que acontece no Mercado Livre de Energia?

Acompanhe os passos da Mercatto e não perca nenhuma novidade!