O que é Horário de Ponta de energia?

O horário de ponta é definido como o período do dia em que ocorre um pico na demanda do serviço de energia elétrica. No Brasil esse horário costuma ocorrer entre 17h e 21h, período em que a maioria das pessoas estão em casa após a chegada do trabalho, e utilizando mais energia elétrica, no entanto esse horário pode variar entre os estados. Horário de Ponta é composto por 3 horas diárias consecutivas conforme definição da distribuidora, com exceção dos sábados, domingos e feriados nacionais.

Não é nenhuma novidade que grandes consumidores que operam no Mercado Cativo de Energia enfrentam dificuldades no planejamento de custos com um dos seus principais insumos: a energia elétrica. Para os consumidores cativos, a Bandeira Tarifária representa um custo extra mensal, dependendo das condições de geração energética do país. Entenda melhor!

A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) traça o indicativo das Bandeiras, categorizadas em verde, amarela ou vermelha. Elas indicam se há acréscimo de custo repassado ao consumidor final. Com exceção da Bandeira verde, as outras — Bandeiras amarela e vermelha — representam condições custosas e menos favoráveis de geração de energia. É sabido que praticamente todos os consumidores cativos das distribuidoras são faturados por meio desse sistema.

Não há negociação e a divulgação tarifária ocorre de acordo com calendário previsto pela ANEEL, não permitindo margem ao consumidor para planejamento de gastos. Até aí nada de novo, não é?

Outro ponto que merece destaque, e que representa um custo elevado para os consumidores do Mercado Cativo, é a Tarifa de Energia no Horário de Ponta. Em poucas palavras, é um determinado período do dia em que o valor pelo uso da energia aumenta significativamente, impactando na produção de grandes empresas.

As Tarifas de Energia englobam os custos envolvidos tanto na geração e transmissão quanto na distribuição de energia elétrica, além de outros encargos.

E quem acaba sofrendo com esse aumento de energia?

O cliente final da empresa que opta pelo fornecimento de energia no Mercado Cativo. Isso porque a energia está ligada aos custos da produção de cada produto.

A melhor solução para eliminar os custos da Bandeira Tarifária e com as elevadas tarifas cobradas no Horário de Ponta é migrar do Mercado Cativo para o Mercado Livre de Energia. Com a mudança, a energia no horário de ponta tem o mesmo preço que nas demais horas do dia e não existe o adicional das Bandeiras Tarifárias

 

Que tal se livrar das tarifas imprevisíveis e optar por retomar o controle dos seus gastos com energia elétrica?

 

O que é horário de ponta de energia?

O horário de ponta é definido como o período do dia em que ocorre um pico na demanda do serviço de energia elétrica. No Brasil esse horário costuma ocorrer entre 17h e 21h, período em que a maioria das pessoas estão em casa após a chegada do trabalho, e utilizando mais energia elétrica, no entanto esse horário pode variar entre os estados. Horário de Ponta é composto por 3 horas diárias consecutivas conforme definição da distribuidora, com exceção dos sábados, domingos e feriados nacionais.

Qual período do dia a energia é mais barata?

Existem horários em que a energia elétrica fica mais barata, esses horários são os de menor demanda pelo serviço, fora dos horários de pico de uso, e isso pode variar de estado para estado. O horário em que a energia é mais barata é chamado de “fora de ponta” e utilizar a energia elétrica nesse horário resulta em uma conta de luz com valor mais baixo.

Como funciona a classificação da energia?

As fontes de energia podem ser classificadas em primárias, aquelas extraídas diretamente da natureza ou secundárias que são produzidas através do processamento das fontes primárias. As fontes de energia ou recursos energéticos podem ser classificados em dois grupos: energias renováveis e não renováveis. As energias também podem ser classificadas em renováveis e não renováveis. As renováveis são aquelas que se regeneram espontaneamente na natureza ou com alguma intervenção humana, aão consideradas energias limpas, pois os resíduos são nulos. As não renováveis são as fontes que demoram a se recompor, ou são até são oriundas de recursos esgotáveis na natureza, os combustíveis fósseis compõem essa categoria.

Qual o objetivo das bandeiras tarifárias de energia?

O sistema de bandeiras tarifárias foi criado com o objetivo de cobrir os custos maiores na produção de energia. As bandeiras tarifárias funcionam como um semáforo, quando verde significa que os custos de geração da energia foram baixos e a tarifa não terá acréscimo naquele mês. A amarela significa um sinal de alerta e indica que os custos estão aumentando. A vermelha mostra que o valor de produção está alto. Tanto a bandeira tarifária amarela quanto a vermelha trarão custos extras nas contas de energia.

Pra que serve a tarifa branca de energia?

A tarifa branca é um programa da ANEEL que existe desde 2018 e sinaliza aos consumidores a variação do valor da energia conforme o dia e o horário do consumo. Utilizando a tarifa branca, o consumidor que adota hábitos de consumo de energia fora do horário de pico, poderá reduzir o valor da sua conta de energia elétrica. Essa tarifa serve para incentivar a redução do custo de energia nos horários de grandes demandas, ou seja, nos horários de pico, e reduzir ou adiar investimentos no sistema elétrico.